Selecione o seu estado/cidade

x
Última atualização: 22/01/24 às 01:01

A internet se tornou uma ferramenta essencial nas nossas vidas, afinal, por meio dela, todos os dias nos informamos, nos comunicamos, aprendemos e fazemos negócios. Porém, o uso excessivo de telas pode ter um impacto negativo na nossa saúde mental, e saber dosar o acesso a ela é fundamental para termos uma vida mais equilibrada.

Pensando nisso, neste artigo exploraremos alguns aplicativos e recursos da web que podem te ajudar a cuidar da sua saúde mental, assim como, traremos dicas práticas para diminuir o tempo online. Confira.

Como o uso excessivo de telas pode impactar a saúde mental?

De acordo com o levantamento do Instituto Nacional de Ciências Médicas Gerais dos EUA, a exposição às redes sociais, jogos e conteúdos digitais, seja pelo computador, tablet ou celular, pode causar os seguintes danos à saúde física e mental:

– Ansiedade;

– Burnout ou Síndrome do Esgotamento Mental;

– Dores de cabeça;

– Cansaço mental;

– Fadiga e enfraquecimento muscular.

Além disso, no caso do Instagram, sobretudo em jovens, o excesso de exposição pode levar à baixa autoestima, solidão, baixa qualidade no sono, depressão, ansiedade e dificuldade em se relacionar fora das redes.  É o que revela uma pesquisa de 2017, com 1.500 jovens entre 18 e 24 anos, da Royal Society for Public Health, instituição do Reino Unido. (RSPH | Instagram Ranked Worst for Young People’s Mental Health)

No Brasil, um estudo da Fundação Getúlio Vargas de 2019, ou seja, antes do Covid-19, já indicava que 41% dos jovens consideram que a tecnologia gera tristeza, ansiedade ou depressão. Desde então, esses números aumentaram por conta da influência da pandemia que, ao mesmo tempo que nos isolou, também nos fez ficar mais tempo nas redes sociais.

Esses dados reforçam a importância de buscarmos maneiras de diminuir o uso das redes sociais para preservar a nossa saúde. Neste sentido, a solução pode estar na própria web, por meio de aplicativos e ferramentas aliados ao nosso bem-estar mental.

Ferramentas e Apps que ajudam a cuidar da saúde mental

Hoje, existem aplicativos e ferramentas que podem ajudar a fomentar um uso saudável de dispositivos eletrônicos. A seguir, estão alguns que podem ser úteis:

Podcasts

Os podcasts são um formato de conteúdo por áudio que você pode fazer download ou ouvir online em plataformas de áudio como Spotify, Deezer, Google Podcasts e Apple Podcasts. Bastante acessíveis e práticos, pois é possível ouvi-los no caminho do trabalho ou durante exercícios, por exemplo, com os podcasts, você tem uma opção fácil de entretenimento para se distrair e outros que te ajudam a relaxar. Algumas recomendações são:

–  Saúde Mental em Foco: produzido pelo Núcleo de Saúde Mental da Universidade Federal de Lavras, em cada episódio especialistas trazem dicas sobre bem-estar mental.

– Meditação Guiada: ideal para iniciantes em meditação que buscam autoconhecimento, informação e relaxamento;

– Bora Meditar?: neste podcast você aprende a inserir a meditação no seu cotidiano de forma autônoma;

– Estamos Bem?: com uma conversa leve e divertida sobre saúde mental, em cada episódio são abordados temas como comportamento, vida em sociedade e dilemas do cotidiano;

– Mindfullness na Prática: uma ótima alternativa para desacelerar e meditar.

Calm

O aplicativo Calm ajuda na redução do estresse e da ansiedade oferecendo meditações guiadas, sessões de relaxamento e histórias para dormir. Com o Calm, você pode se desconectar das telas e encontrar momentos de tranquilidade em sua vida agitada. O aplicativo é gratuito e está disponível para os dispositivos iOS e Android.

Forest

O Forest é um aplicativo que utiliza uma abordagem lúdica para incentivar o foco, ter mais produtividade e reduzir o tempo que o usuário passa na web. Nele, você planta uma árvore virtual e, à medida que se mantém afastado do celular, a árvore cresce. Caso saia do aplicativo antes do tempo definido, sua árvore morre, servindo de incentivo para você equilibrar o tempo conectado. O aplicativo está disponível para os dispositivos iOS (R$ 22,90/ mês) e Android (gratuito).

Mindshift

O aplicativo Mindshift é especialmente útil para aqueles que têm ansiedade, oferecendo técnicas e estratégias de enfrentamento para ajudar no gerenciamento da ansiedade em diferentes situações. Também fornece recursos educacionais e ferramentas interativas para promover a saúde mental e o bem-estar geral. O aplicativo é gratuito e está disponível para os dispositivos iOS e Android.

Estratégias para diminuir o tempo online

Pata cuidar da sua saúde mental, também é importante encontrar um equilíbrio saudável e possível entre o online e o offline. Aqui estão algumas estratégias:

  • Estabeleça limites: defina um tempo específico para utilizar os dispositivos eletrônicos e mantenha-se fiel a ele. Além disso, é importante desconectar-se durante as refeições, permitindo um momento de conexão real com as pessoas ao redor e evitando distrações. Também é indicado desligar o aparelho antes de dormir e mantê-lo longe da vista, dentro de uma gaveta, por exemplo.

Hoje, diversos celulares contabilizam o tempo que você passa online, sendo possível criar notificações que ajudam a controlar o tempo na tela.

  • Pratique atividades offline: uma abordagem para diminuir o uso da tecnologia é engajar-se regularmente em atividades offline. Praticar exercícios físicos, ler, meditar e fazer atividades manuais são maneiras eficazes de reduzir a dependência de telas e melhorar a saúde mental. Ao se desconectar do mundo digital e se envolver em atividades analógicas, você aproveita momentos de paz e concentração.

Além disso, essas atividades proporcionam benefícios físicos e mentais, ajudando a aliviar o estresse e melhorar o bem-estar geral.

  • Estabeleça espaços e momentos livres de internet: crie ambientes sem celulares, tablets ou computadores a fim de promover relaxamento, interação humana e experiências offline. Esses espaços são ideais para desfrutar de momentos de tranquilidade, dedicar tempo à socialização com outras pessoas e aproveitar atividades que não dependem de eletrônicos.

Ao estabelecer essas áreas em sua casa, ou mesmo no trabalho, você tem uma pausa dos dispositivos eletrônicos e pode se concentrar no mundo offline. Por exemplo, combine com os seus filhos que, durante as refeições, não é permitido o uso do celular, ou estabeleça momentos em família, em um final de semana, por exemplo, para que todos vejam um filme, andem de bicicleta em um parque, joguem um jogo de tabuleiro ou cozinhem. Tudo com o celular e tablet longe!

A saúde mental é uma preocupação importante na era digital e sabemos que não é fácil se desligar do celular e outros aparelhos. Por isso, é necessário adotar essas e outras estratégias para diminuir o tempo online para encontrar um equilíbrio entre o mundo virtual e o real, uma vez que, à medida que a web se torna uma parte fundamental de nossas vidas, ela também passa a impactar positiva ou negativamente o nosso bem-estar físico e mental.

Deste modo, priorize sempre a sua saúde mental ao usar as redes sociais e internet e não se esqueça que buscar apoio e conexão com as pessoas fora do ambiente virtual.

Por fim, cabe a nós, como usuários ativos, promover um ambiente online que valorize e proteja nossa saúde mental. Ao adotarmos uma relação equilibrada com o uso da internet, podemos aproveitar todos os benefícios que ela oferece sem comprometer nosso bem-estar. E lembre-se: conte com a Alares como uma aliada confiável para uma experiência de internet segura e estável!

 

Importante: este conteúdo é informativo e não substitui uma consulta com o seu médico de confiança.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se e fique por dentro dos nossos conteúdos!

    Já sou cliente
    Quero assinar