x
Última atualização: 24/06/24 às 02:06

Você pode querer compartilhar a senha da sua rede Wi-Fi com seus vizinhos para ser gentil, dividir custos ou por qualquer outro motivo. Mas saiba: essa é uma prática que pode colocar suas informações pessoais em risco.

Por isso, proteger a senha da sua conexão é uma necessidade para garantir a integridade e a privacidade dos dados que circulam na rede.

Um artigo publicado pelo G1 aponta que uma a cada cinco casas conectadas do Brasil usa internet do vizinho, evidenciando que este é uma prática frequente, apesar de não ser recomendada.

Neste artigo, você encontrará informações sobre o porquê não deve compartilhar a senha do seu Wi-Fi com terceiros e também como manter sua rede mais segura.

Por que a internet é protegida por senha?

A principal razão para proteger sua rede Wi-Fi com uma senha é garantir a segurança dos dados. 

Sem uma senha, qualquer pessoa dentro do alcance do sinal pode acessar sua rede, o que abre portas para potenciais riscos de segurança, como acesso a informações pessoais, invasão de privacidade e até mesmo ataques cibernéticos.

Motivos para não compartilhar a senha do Wi-Fi

O roteador fica sobrecarregado

Cada roteador tem uma capacidade máxima de suportar conexões simultâneas. Compartilhar sua senha com os vizinhos pode levar a um número excessivo de dispositivos conectados, sobrecarregando o roteador e, possivelmente, causando interrupções na sua conexão.

Pode prejudicar a velocidade da internet

Mais dispositivos conectados significam maior consumo de banda larga. Isso pode resultar em uma redução significativa da velocidade da internet, afetando atividades que exigem uma conexão estável e rápida, como streaming de vídeos em alta definição, jogos online e videoconferências.

É ilegal

Compartilhar a senha da sua internet com outras pessoas pode configurar desvio de finalidade e/ou apropriação indevida de um serviço fornecido por terceiro – e isso é entendido como infração de caráter legal podendo gerar penalidades.

Afeta a segurança dos dados

Compartilhar sua senha do Wi-Fi expõe sua rede a riscos. Isso porque seus vizinhos podem não ter as mesmas precauções de segurança que você, tornando a rede vulnerável a malwares e hackers. 

Se algum dispositivo que se conecta à sua rede Wi-Fi estiver infectado com malware, esse malware pode se espalhar para outros dispositivos na mesma rede. Além disso, dispositivos comprometidos podem ser usados para lançar ataques a partir da sua rede, tornando difícil identificar a origem do problema.

Além disso, uma vez que a senha é compartilhada, controlar quem tem acesso à sua rede se torna um desafio.

No vídeo abaixo, resumimos os motivos para você não compartilhar sua senha do Wi-Fi:

Como manter a rede protegida

A exposição a riscos e vulnerabilidades pode colocar em perigo não apenas a sua privacidade, mas também a integridade de seus dispositivos conectados, tornando-os mais suscetíveis à invasões. Para garantir que você esteja protegido, siga estas dicas essenciais:

Use senhas fortes

Uma senha forte é a primeira linha de defesa contra acessos não autorizados. Combine letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos para criar uma senha complexa.

Altere a senha regularmente

Mudar a senha do Wi-Fi periodicamente pode ajudar a manter sua rede segura, especialmente se você precisou compartilhá-la em algum momento.

Configure uma rede de convidados

Se o seu roteador permitir, crie uma rede Wi-Fi separada para convidados. Isso permite que você compartilhe uma conexão de internet sem expor sua rede principal.

Essa é uma maneira eficaz de proteger seus dispositivos pessoais e dados enquanto oferece acesso à internet para visitantes. Aqui está um guia básico, com um passo a passo para configurar uma rede de convidados de maneira segura:

  1. Acesse a interface de administração do seu roteador: geralmente, isso é feito digitando o endereço IP do roteador em um navegador web. Você pode encontrar este endereço no manual do seu roteador ou nas configurações de rede do seu dispositivo;
  2. Procure a seção de configurações de Wi-Fi ou algo similar: muitos roteadores modernos têm uma opção específica para “Rede de Convidados” ou “Guest Network”;
  3. Ative a rede de convidados: você terá que selecionar um nome (SSID) para a rede de convidados. Escolha algo fácil de reconhecer, mas que seja diferente da sua rede principal;
  4. Defina uma senha para esta rede: mesmo sendo uma rede para convidados, é importante protegê-la com uma senha para evitar acessos não autorizados;
  5. Configure as opções de segurança para a rede de convidados: dentro da mesma interface de administração do roteador, você selecionará WPA2 ou WPA3 como o método de segurança. WPA3 é a opção mais segura, mas se os dispositivos dos seus convidados não suportarem WPA3, WPA2 ainda é uma escolha robusta;
  6. Se disponível, ajuste as configurações de acesso à internet para a rede de convidados: alguns roteadores permitem limitar a largura de banda ou bloquear o acesso a determinados serviços;
  7. Salve as configurações e reinicie o roteador, se necessário;
  8. Após configurar a rede de convidados, compartilhe o nome da rede e a senha com seus visitantes para que possam se conectar facilmente.

Na Alares, o técnico configura o Wi-Fi de acordo o que for solicitado pelo cliente e o orientamos a não realizar alterações por conta própria.

Mantenha o firmware do roteador atualizado

Fabricantes de roteadores frequentemente lançam atualizações para corrigir vulnerabilidades de segurança. Certifique-se de manter o firmware (software do seu roteador) atualizado.

Para fazer isso, você geralmente precisa acessar a interface de administração do seu roteador através de um navegador web, inserindo o endereço IP do roteador na barra de endereços. 

Após fazer login com suas credenciais, procure por uma opção como “Atualização de Firmware” ou “Gerenciamento de Firmware” no menu de configurações. 

Muitos roteadores modernos oferecem a opção de atualizar automaticamente o firmware, o que é altamente recomendável para garantir que você esteja sempre protegido contra as últimas ameaças sem precisar realizar o processo manualmente. 

No entanto, se o seu roteador não suporta atualizações automáticas, você precisará visitar periodicamente o site do fabricante para baixar e instalar manualmente as atualizações de firmware.

Garanta a segurança da sua rede!

Enquanto compartilhar a senha do Wi-Fi com os vizinhos pode parecer um gesto amigável ou uma boa maneira de dividir custos, as implicações para a segurança e o desempenho da sua rede podem ser significativas. 

Proteger sua conexão de internet não é apenas sobre manter a velocidade e a estabilidade, mas também sobre cuidar da sua privacidade e segurança online. Por isso, pense duas vezes antes de compartilhar sua senha e considere alternativas para manter sua rede segura.

Para te ajudar, a Alares oferece pacotes de internet que incluem McAfee em alguns de seus planos. Com McAfee você terá antivírus, removedor de rastreador, firewall, acelerador de aplicativos, relatórios de segurança e uma série de recursos para se proteger online.

Esperamos que, ao adotar as medidas descritas neste conteúdo, você, sua rede, seus dispositivos e suas informações estejam mais seguros!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se e fique por dentro dos nossos conteúdos!

    Já sou cliente
    Quero assinar